OUTUBRO

Débora Böttcher Lessa

Débora Böttcher Lessa

Formada em Letras, amante da literatura e de chocolate. Vive um dia de cada vez. Mora em SP. Trabalha com arte visual, mídias sociais e mkt. Não tem filhos. Vive com o marido e Maya, uma labradora cor de cacau, e Luna, uma labradora black. Também administra Babel Cultural.
Débora Böttcher Lessa

Últimos posts por Débora Böttcher Lessa (exibir todos)

O décimo mês do ano abre as portas num sábado, um dia preguiçoso, que nos inspira descanso e passeio – ou ambos.

Aqui, apesar da Primavera, amanheceu um dia invernal e gelado: bom pra um queijo e vinho, a reunião de família, ce-le-brar – que Outubro tem festa para as crianças, da Padroeira, das bruxas, a festa que você desejar!

Sim: porque estamos quase ali, no final do ano, e é bom preparar o espírito para os ritos que encerrarão mais uma etapa, mais um tempo, um ano cheio de reviravoltas.

mamografia_02Outubro também traz nas mãos o lembrete – rosa, especialmente para nós, mulheres – de observar-se e cuidar-se mais: se você ainda não fez, agende sua mamografia, se toque contra o câncer de mama. Não adie seus exames nem perca de vista a prudência: você sabe, o câncer de mama representa o principal tipo de câncer na mulher, apresentando um bom índice de cura, especialmente quando diagnosticado em sua fase precoce. Mantenha-se alerta com sua saúde – ninguém cuida do seu corpo melhor que você.

Esse mês Libriano que está sempre nos cobrando maturidade, nos chama à responsabilidade (no Brasil) para mais um dever cívico: com eleições municipais no país todo, é hora de escolher mais uma vez quem nos representa – ou deveria fazê-lo – na geografia de nossas cidades e bairros. Há muita desilusão com a Política, mas não nos esqueçamos que ainda temos nas mãos o melhor recurso para fazer valer nossas intenções patrióticas: o voto (consciente). Não desperdice essa chance de nomear quem melhor simboliza o que você sonha para si e para o seus – enquanto comunidade.

Outubro_01Mas a gente também pode aproveitar o Dia das Crianças e encher os dias de levezas infantis e fazer algumas travessuras – já que o Dia das Bruxas permite. Porque não? E se você é de fé, que Nossa Senhora Aparecida te ouça as preces – amém! -, que Outubro, como se vê, é um mês pra todos os gostos.

E pra não dizer que não falei do amor, ame, namore, enamore-se – de pessoas, de trabalho, de novos projetos, do que você inventar. Aliás, invente e se reinvente, que Outubro, esse mês novinho em folha que se abre à nossa frente, cheio de diversão, é tudo que a gente precisa para ser cada vez mais feliz!

Salve, Outubro!

Um beijo pra você, querida leitora. 😉

Débora Böttcher Lessa

Débora Böttcher Lessa

Formada em Letras, amante da literatura e de chocolate. Vive um dia de cada vez. Mora em SP. Trabalha com arte visual, mídias sociais e mkt. Não tem filhos. Vive com o marido e Maya, uma labradora cor de cacau, e Luna, uma labradora black. Também administra Babel Cultural.

Um comentário em “OUTUBRO

  • 01/10/2016 em 22:03
    Permalink

    Aproveitando a conjuntura de novidades que nos assolam nesse ano tão atribulado, convém lembrar também do Dia do Professor, profissional indispensável na formação humana, tão castigado atualmente. Responsabilizado pelo fracasso individual e institucional da Educação, tem agora momento crítico, quando ameaçam suas conquistas profissionais e o exercício livre de sua cátedra.

    Resposta

Troque ideias conosco!