DIETA X R.A.

Estilo 40

Estilo 40

Revista digital coordenada por Débora Böttcher, com artigos escritos ou garimpados a muitas mãos, sobre assuntos para mulheres de 40 ou mais - e para as que chegarão lá... Aconchegue-se, curta, compartilhe nossos textos e convide uma amiga para nos conhecer! Siga-nos também no FB, Twitter e Instagram [@mulherestilo40]. Um beijo e obrigada por estar aqui.
Estilo 40

Últimos posts por Estilo 40 (exibir todos)

O cardiologista americano Bill Gavin lançou o livro “Nada de Branco à Noite“, cuja proposta se resume em três regras: fazer no mínimo três refeições diariamente, incluir proteína magra em todas elas, e abolir os alimentos brancos como arroz, massas, pães, batatas e outros que contenham amido, na última refeição. Segundo ele, esse é um método eficiente não apenas para emagrecimento rápido, mas para a manutenção por toda a vida.

Mas muitos nutricionistas torcem o nariz para a história de cortar carboidrato, mesmo que seja só no jantar – a falta de carboidrato, inclusive, sobrecarrega os rins, já que ele precisa produzir mais energia para funcionar. Heloisa Guarita, da RG Nutri Consultoria Nutricional, em São Paulo, alerta que esse nutriente é que garante combustível suficiente ao corpo e, portanto, tem de estar presente, em porções equilibradas, em todas as refeições. Segundo ela, a falta do nutriente no jantar pode desencadear uma hipoglicemia noturna – níveis baixíssimos de açúcar no sangue -, levando à fome compulsiva na madrugada ou pela manhã, especialmente pra quem faz exercícios à noite.

regrasbasicas_02Bill Gavin, porém, escreve no livro que proteína, legumes e verduras são suficientes para evitar quedas drásticas de energia à noite. A nutricionista Heloisa concorda que distribuir as calorias ao longo do dia, evitar doces e trocar carboidratos refinados e açúcares em geral pelos integrais são princípios acertados para controlar o peso e manter a saúde. Ela aprova também a orientação de incluir proteína magra em todas as refeições. Porém, recomenda no mínimo cinco refeições diárias (ao invés de três pelo médico) e não ser tão radical contra o carboidrato.

A “Dieta de Dunkan”, mesmo apresentando resultados em quem a testou, esteve no topo nos últimos três anos a ser evitada. Ela é dividida em fases que combinam a alta ingestão de proteína com baixo consumo de carboidratos, promovendo rápida perda de peso. No entanto, o próprio criador do regime, o francês Pierre Dukan – que em 2013 foi proibido de atuar como clínico geral na França -, alertou para seus efeitos colaterais, como falta de energia, constipação (devido a baixa ingestão de fibras) e a necessidade de ingerir suplementos vitamínicos e minerais, além de mau hálito, e fez, em 2015, ajustes em sua dieta famosa (imagem abaixo).


novametodologia
Imagem: www.dukandiet.com

A  Associação Dietética Britânica (em tradução livre de British Dietetic Association) alerta para os perigos de seguir à risca alguns livros que prometem soluções milagrosas para emagrecer ou mirar-se no exemplo de celebridades, que dão publicidade a certos regimes que podem trazer problemas de saúde.

A melhor dieta é a que combina uma alimentação balanceada à prática de exercícios – ou seja, Reeducação Alimentar. E Sian Porter, da BDA, aconselha: “É importante fazer mudanças permanentes na dieta e no estilo de vida que possam ser sustentadas a longo prazo e não esquecidas no fim de Janeiro”.

Fontes: Bem Estar – http://g1.globo.com/bemestar | Revista Boa Forma


Nota Estilo40/Dieta com Sabor: Sites e páginas (como essa) dão dicas gerais de perda de peso, mas como cada pessoa é única, sempre que possível consulte um médico e/ou nutricionista. 

Estilo 40

Estilo 40

Revista digital coordenada por Débora Böttcher, com artigos escritos ou garimpados a muitas mãos, sobre assuntos para mulheres de 40 ou mais - e para as que chegarão lá... Aconchegue-se, curta, compartilhe nossos textos e convide uma amiga para nos conhecer! Siga-nos também no FB, Twitter e Instagram [@mulherestilo40]. Um beijo e obrigada por estar aqui.

Troque ideias conosco!